Find us on Google+

Widgets



[spoiler]

A História e a Literatura devem a Esopo a implementação e divulgação das fábulas (já antes populares no Oriente). La Fontaine deu voz aos animais de uma forma como ninguém o fez antes. Os irmãos Grimm fundiram os contos populares com o infantis, contaram fábulas, lendas e contos. Cervantes com Dom Quixote de La Mancha inaugurou a "época" dos romances modernos. Ang Lee em 2012 adaptou ao cinema um incrível mundo através de Life of Pi - uma fábula, uma lenda, um conto, um romance.

Life of Pi é um romance de aventura e fantasia criado pelo canadiano Yann Martel e publicado em 2001. O livro foi envolto em polémicas e Martel foi acusado de plágio do livro Max e os Felinos de Moacyr Scliar - cuja história envolve um adolescente judeu que foge num barco da Alemanha nazi. Durante a viagem o barco tem um acidente e o jovem fica perdido no oceano, tendo que dividir um bote com um jaguar. 
Martel acabou por afirmar que se baseou na história do livro de Scliar e acrescentou no prefácio do seu livro, uma nota de agradecimento. 
Polémicas à parte, o filme de Ang Lee - Life of Pi é um deleite de cores, recheado por uma forma delicada de ensinar uma cultura diferente e envolto numa sublime artimanha para explicar religiões. 


 



A personagem principal é Piscine Molitor Patel - mais facilmente designado por Pi. Os pais de Pi são "donos" de um jardim zoológico em Pondicherry - Índia. Pi é um jovem empreendedor e sedento por conhecimento. Fala várias línguas, lê autores ocidentais de renome e é um curioso no que há religião diz respeito - um detalhe do filme que achei muito interessante, pois na sua procura e investigação sobre a fé, Pi percebe que encontra algo com que se identifica nas várias religiões e assim, torna-se  católico, hindu, muçulmano e até judeu. O que mais é a religião se não a "identificação"? 
No inicio do filme assistimos ao crescimento de Pi enquanto ser humano mas também como ente pensador. 
Devido a problemas financeiros, os pais de Pi decidem que o melhor é abandonar a Índia e partir num cargueiro para o Canadá. Consigo levam os animais que eram sua pertença, para os venderem e refazerem a vida num pais desconhecido. 
Mas em pleno mar alto, o cargueiro foi atingido por uma forte tempestade e naufragou. Pi, uma zebra, um orangotango, uma hiena e um tigre sobrevivem ao acidente e ao dilúvio. O jovem tem que partilhar o pouco espaço que tem no barco salva-vidas com os animais. Mas a falta de espaço será um problema de curta duração. A hiena mata a zebra e o orangotango, e o tigre mata a hiena. E assim Pi fica sozinho com o tigre de Bengala. 
O medo, fascínio e amizade que Pi nutre pelo Richard Parker (o tigre) será a sua salvação e sinónimo de sobrevivência. 
A história é narrada por um Piscine adulto a um escritor que procura inspiração divina para conseguir escrever. Mas Pi conta duas histórias - uma com animais - a que acabei de descrever e outra em que os animais são substituídos por seres humanos. A zebra é um marinheiro, o orangotango - a mãe de Pi, a hiena - o cozinheiro e o tigre, o próprio Pi. No fim, a dúvida - Pi viveu uma aventura com humanos e deu origem a um romance ou partilhou uma história com animais e deu origem a uma fábula?

Life of Pi é daqueles filmes que na sua simplicidade narrativa, dão um bom "documento". Ideal para jovens que estão a construir personalidades e obrigatória para os adultos que acham que já sabem tudo. 
É também um bom exemplo de que afinal o 3D pode ser bem utilizado. 


I suppose in the end, the whole of life becomes an act of letting go, but what always hurts the most is not taking a moment to say goodbye.
                                                                         Pi Patel 

Categorias: , , ,

One Response so far.

  1. Um filme muito bom visualmente e visto em 3D que valeu muito a pena a historia apesar de ser interessante nao foi o mais importante pra mim o que contou mais foi as atuacoes do elenco e a fotografia do filme alem dos efeitos visuais que sao um deslumbre pros olhos. Um bonito filme agora pra ser melhor filme num sei mas acrefito que outros mereçam mais

Deixe o seu comentário:

Partilhe os seus comentários connosco!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...