Find us on Google+



Dezenas de leitores escrevem-me a perguntar porque não faço muitas actualizações como antes ou porque não desisto logo e vendo o blog a uma corporação por milhões de euros? Mentira, só recebo cartas de propostas de parcerias que tenho que recusar por falta de tempo - e vontade - de manter este projecto a um ritmo diário. Coitados devem pensar que recebemos o nível de visitas de antigamente, antes das "redes sociais matarem a blogosfera". Sei que podia manter isto investindo em artigos sensacionalistas e clickbait, mas precisamos tanto disso como uma trepanação no crânio feita ás escuras e sem anestesia. Não acreditam? Leiam o artigo "Top 1000 momentos racistas do trailer do Spider-Man 2. O número 328 deixou-me de boca aberta.". Good stuff.
Enfim, passou mais um ano, e tudo o Mundo e o CINE31 completaram 14 rotações em redor do Sol, parabéns a nós e obrigado a todos os que ainda vêm visitar o estaminé!

Ler Mais ...

0 comentários




No caminho para o 2º piso - restaurantes, churrasco e cinemas - o ruído das peças do elevador fazia-me temer uma visita extra-rápida à cave do centro comercial, sem paragens. O chato, pensaria eu depois nos destroços do elevador era não chegar a tempo do inicio da sessão. Sala cheia de adolescentes e semi-adultos. Os sacrifícios que faço. Portanto, no filme anterior Thanos dizimou metade dos seres vivos do Universo. O nosso planeta - os EUA - ficaram na merda, e os heróis sobreviventes frustrados por falta de um modo de reverter essa catástrofe. Mas, como o filme tem mais de 3 horas, sabemos à partida que existe um plano para desfazer o genocídio perpetrado pelo vilão Thanos.
Foi uma sábia decisão deixar de fora do material promocional a maioria do filme, contrariando a moda dos trailers que contam toda a história da fita em 2 minutos. 
Neste caso, volto a dar a mão à palmatória a quem consegui cozinhar uma história coerente com tantos personagens. Mas a direcção das cenas de acção ficou inferior nesta continuação. As cores escuras, câmaras epilépticas rimam, mas não combinam, com batalhas épicas. Podiam ter tomado emprestado alguns slow motions do Zack Snyder para aproveitar melhor aqueles moneyshots que parecem saídos das splashpages da BD (3 anglicanismos na mesma frase! Esqueci-me de usar fanservice, termo colado ao manga e anime, mas, usado em profusão nas criticas que li ultimamente).  Há uma boa dose de plot twists, momentos divertidos e dramáticos. Já disse muitas vezes que me surpreende a forma como os estúdios Marvel tiveram pulso para em 22 filmes de estilos, géneros e fórmulas diferentes criar um universo coerente que até se estendeu para as pouco amadas séries de TV. Se fosse um gajo mais extrovertido tinha batido palmas de pé. E tenho a certeza que vai melhorar - para mim - num segundo visionamento.
Pertinho do final ouvi na sala escura alguns fungares e choros tímidos, mas pessoalmente, depois de meses de preparo mental para despedir das personagens, foi um pouco como quem tem familiares no hospital à espera da morte anunciada. Mais que as mortes custou-me ver os funerais. Não digam que é spoilers, porque era mais que sabido que iam acontecer mortes - a sério.
Em comum com a saga do Senhor dos Anéis - além da longa-longa-metragem - os múltiplos "finais", mas havia muitos nós por atar e passagens de testemunho por realizar. Gostei muito de ver que finalmente o Capitão América e o Bucky deram o nó. Uma cerimónia linda.
Temo que a decisão de colocar a Capitã Marvel como a figura de proa desta nova fase do MCU possa ser um grave erro. É uma figura com poder demais, como demonstra este e o final do seu filme solo. Sem uma personalidade mais carismática e histórias interessantes vai ser difícil ser mais que um deus-ex-machina. Mas, também me ri quando o Chris Evans foi escolhido para Capitão América, e o resto é história.



Ler Mais ...

0 comentários


Só a ficção podia trazer um padre (ou pastor) que é um predador - literalmente - mas do lado do Bem: "The VelociPastor". Ganha pelo menos o prémio de melhor luta em roupa interior.
Contemplem então o trailer de "Velocipastor":


O Velocipastor (com data de 2017 a 2019 conforme o site que consultar) é a versão longa da curtametragem em forma de trailer de exploitation "Velocipastor" de 2011, do mesmo realizador e escritor, Brendan Steere. Apesar da maior quantidade de meios, a fita continua propositadamente a parecer um exploitation baratuxo:


A premissa é a mesma, um pastor ganha a habilidade de se transformar num dinossauro e vira a sua sede de sangue para a comunidade criminosa. Da curta para a longa-metragem é visível a adição de ninjas! Os nazis devem ficar para a sequela!
Ler Mais ...

0 comentários



Depois de longos meses de agonia, foi finalmente revelado o Teaser Trailer para o "Episódio 9" da Saga principal da "Guerra das Estrelas" (Star Wars) no evente "Star Wars Celebration 2019".
Vamos então ver o teaser que vai manter os fanboys ocupados nos próximos tempos, "Star Wars: The Rise Of Skywalker ":



Por agora, estou a odiar o título. É uma bela bofetada na cara do Johnson que realisou o Last Jedi...
Ler Mais ...

0 comentários



Joker - Revelado o primeiro Poster de promoção desta invulgar adaptação da origem do aqui-inimigo do Homem-Morcego.



Via Tumblr do CINE31 https://ift.tt/2Ume1fN
Visite também o Grupo Oficial do CINE31 no Facebook, o Twitter, o Google+ e o Youtube do CINE31. via IFTTT
Ler Mais ...

0 comentários


Avengers: Endgame - 3 Posters





Via Tumblr do CINE31 https://ift.tt/2WHm844
Visite também o Grupo Oficial do CINE31 no Facebook, o Twitter, o Google+ e o Youtube do CINE31. via IFTTT
Ler Mais ...

0 comentários



Imagino que cá pelo burgo não se tenha usado o "Capitã Marvel" a que os portugueses estavam habituados nas BDs para evitar enfurecer o espírito de algum general que se ergueria do túmulo a sibilar "As patentes militares não têm género!!! Angola é nossssssaaaaa". Fica o Brasil com a Capitã e a ex-Presidente Dilma, e Portugal com a Capitão e o Presidente das Selfies.
Mas títulos à parte, começo por decretar que todos os que esperavam pelo gostinho do Mc-Feminismo mereciam um filme melhor. A diversidade é importante, mesmo a diversidade made in Hollywood, não me levem a mal. (Eu nem devia ter que me justificar, mas infelizmente sei como funciona o mindset dos extremistas que não admitem uma crítica.) Mas felizmente foi deixada de lado a abordagem "matar-os-homens-brancos-heterosexuais" para o preferido dos homens-brancos-heterosexuais-que-financiam-blockbusters: "we can do it". Felizmente - ponto positivo do filme - não se opta pelo sermão e a abordagem a esses temas é bem mais casual, tal como na sociedade o sexismo é casual e entranhado.
A realização (mais uma colaboração de Ryan Fleck e Anna Boden, habituados a filmes modestos) é muito frouxa, a concretização de certos momentos e principalmente sequências de acção deixa muito a desejar. No geral, o humor funciona - quase - sempre, a banda sonora não é memorável mas é mais vivaça que o habitual. Um dos pontos altos é a versão mais jovem de Nick Fury (futuro manda-chuva da SHIELD) o gato Goose e os SPOILERS relacionados com os Skrull. Apesar de uma abordagem radicalmente diferente do que décadas de BD condicionaram o fã a esperar, foi uma agradável surpresa. Mas nem a química de Fury, o gato e os Skrulls compensa pela irregularidade da protagonista, que apesar de ter os seus momentos, a actriz Brie Larson passa parte do filme tão inerte como a sua contra-parte dos lacticínios. Percebo o trauma, reencontrar elementos do passado que não causam reacções emocionais, porque as memórias afectivas não estão lá... Nem todos os personagens têm que ser palhaços esquisofrénicos, mas, vá lá... A acção do filme decorre nos anos 90, mas a produção foi tão contida nas homenagens nostálgicas que se não fosse a existência de lojas de Blockbusters e telefones fixos, algumas músicas e a inexistência do Google podíamos não ter dado por isso...o que não é objectivamente negativo. Outro elemento que se torna estranho pela sua ausência é o mínimo sinal de vida amorosa, tanto na sua vida vida na Terra como em Hala. Uma ausência que muitas vezes seria bem vinda num género onde geralmente esse elemento é metido à martelo. No entanto, é estranha a escolha de manter a "capitã" assexuada num filme que supostamente lida com o trauma de desconhecer a verdadeira identidade e recuperar as memórias de uma vida (SPOILERS: que felizmente não regressam no habitual cliché "I know Kung fu") . A minha teoria é que vão guardar o "interesse amoroso" para uma sequela, ou se quiserem causar uma onda de histeria entre os fanboys, podem admitir que Carol e o seu mentor andaram a... quebrar a protocolo... 
Em suma, todos, fãs hardcore, fãs casuais ou fãs de modinhas, merecíamos um filme melhor. Se estão a planear que a Capitã Marvel ocupe no Universo Marvel o lugar do Iron Man...vão ter que se esforçar mais...

Ler Mais ...

0 comentários



Stranger Things 3 Poster


#StrangerThings3 #poster #1985 #blog

Reposted from @netflixpt - 1985 não voltará a ser o mesmo. #StrangerThings regressa a 4 de julho de 2019.
https://www.instagram.com/p/BsFrxjhnBnO/?utm_source=ig_tumblr_share&igshid=x1d3rfsmlekk






Via Tumblr do CINE31 http://bit.ly/2As9IEp
Visite também o Grupo Oficial do CINE31 no Facebook, o Twitter, o Google+ e o Youtube do CINE31. via IFTTT
Ler Mais ...

0 comentários


"Iron Sky: The Coming Race", um novo Trailer:


Ler Mais ...

0 comentários


Já se encontra online o fanfilme de homenagem aos clássicos filmes de acção e ninjas dos anos 80.
Podem ir ver, é de borla:




Recordem o trailer aqui: "Commando Ninja - Trailer"
Ler Mais ...

0 comentários


Fui ver o Bumblebee, senti-me novamente uma jovenzinha, quando morava na Califórnia nos anos 80 e encontrei um Carocha amarelo que se transformava num robot gigante do espaço. Agora a sério:
Nunca imaginei que pudesse ver um filme de Transformers tão bom. E não apenas pelos níveis dos Bayformers, é um filme muito bom. Não tem o estilo bombástico de Michael Bay, mas isso funcionou a favor do projecto. O trabalho do realizador Travis Knight em animação pode explicar a expressividade e a linguagem corporal de um grande robô CGI mudo. Com a ausência do porno-máquina e das piadas grosseiras, o filme tem tempo para respirar e desenvolver os personagens, tanto quanto um blockbuster permite. Não é original, basicamente o "E.T." - se Elliot fosse uma menina adolescente angustiada e o E.T. um robô danificado. O elenco é bom - até mesmo o Sr. Cena - e os protagonistas têm muita química. O ritmo nunca morre, e o enredo é simples e direto: um soldado robô procura abrigo depois de sofrer uma lesão, é ajudado por um adolescente em luto que procura um rumo e uma vida diferente. Os improváveis ​​amigos em seguida têm que parar os Decepticons de chamar um exército para a Terra. Tem referências em abundância, de músicas dos anos 80 e do velho desenho animado, é divertido e uma doce história de coming-of-age (o meu contrato de blogger de cinema obriga a usar esse termo). Estou a ver daqui a uns anos ser um dos filmes natalícios de serviço na SIC. Bónus: o automóvel de infância que transportava quase toda a minha família era um Volkswagen Carocha, amarelo. E na altura ainda os Transformers não tinham chegado a Portugal...


Ler Mais ...

0 comentários



Depois de muita espera e até adiamentos por causa da morte do ex-presidente Bush (o mais esperto) finalmente chegou à Internet o trailer para a continuação directa de "Avengers: Infinity War (2018)". E, foi uma relativa desilusão. Sem cenas de acção, este teaser (longo para um teaser padrão, de 2 minutos e 25 segundos) faz apenas um rápido resumo do que os personagens principais estão a fazer depois da épica devastação do filme anterior, confirma alguns pormenores quase dados como certos, e pouco mais. De qualquer forma, os haters vão ter um dia em cheio!
O trailer de "Avengers: Endgame":


Ler Mais ...

0 comentários


Pronto, cá está o segundo trailer: 

Ler Mais ...

0 comentários




Revelado poster oficial do filme da Capitã Marvel, que deverá colocar online o seu segundo trailer hoje à noite.
Ler Mais ...

0 comentários



Artemis Fowl | Teaser Poster


#cine31 #artemisfowl
#poster #teaser #blog
https://www.instagram.com/p/BqrZnaPnO4M/?utm_source=ig_tumblr_share&igshid=vz6ryx8y3lqb






Via Tumblr do CINE31 https://ift.tt/2RcpOIt
Visite também o Grupo Oficial do CINE31 no Facebook, o Twitter, o Google+ e o Youtube do CINE31. via IFTTT
Ler Mais ...

0 comentários