Find us on Google+

Widgets



por Sofia;




Ontem - finalmente - vi o filme Gangs of New York e sim demorei alguns anos...

Infelizmente tenho que confessar que durante três horas nem me lembrei que estava a ver um filme de Martin Scorsese.






Temi o momento em que no meio de tanto amontoado de cores e estranhos diálogos (para não dizer fracos), surgisse uma música e todos começassem a dançar. E como odeio musicais.

O filme é visualmente interessante - as roupas, as caracterizações, alguns cenários. Mas é confuso a nível narrativo, já para não dizer que é a nível histórico "fraco e pouco correcto".

A existência de milhares de nomes de gangs, associados a uma guerra civil, com bordéis, chineses, feiras/circos, emigrantes pretos, emigrantes irlandeses, emigrantes italianos e até um elefante a passear por lá, só serve para confundir o espectador.

Leonardo DiCaprio tem um papel "mais ou menos" - sabemos que consegue melhor. Liam Neeson é sempre um prazer - pena ter sido por pouco tempo. A Cameron Diaz, circula por lá, interpreta uma espécie de ladra/prostituta e como sempre mediocre. Daniel Day-Lewis a alma e coração do filme. É ele, para mim, a salvação do filme.



Aiiiiiiiiiii Martin Martin, esperava mais... muito mais. Tinha tudo e fez tão pouco...

2 comentários até agora:.

  1. Ainda bem que a alma e o coração do filme estavam no lugar certo.

    Gostei do filme, principalmente do visual e do Day-Lewis.

  2. CINE31 says:

    Eu (David) vi o filme quando estreou - creio que na sala de cinema - e também na altura achei que Day-Lewis e o visual da produção foram os elementos fortes. O filme ficava melhor com alguns personagens elementos a menos

Deixe o seu comentário:

Partilhe os seus comentários connosco!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...