Find us on Google+

Widgets

por Sofia;


Marlon Brando um dia disse: "Se não somos companheiros dos nossos irmãos, que pelo menos não sejamos os executores deles". Infelizmente esta temática não é assim tão simples, nem linear de falar, escrever ou debater. Hoje, dia 10 de Outubro é o Dia Mundial contra a Pena de Morte.




A pena de morte (ou pena capital) tem sido uma constante na História da Humanidade. Serviu e serve para executar inocentes, criminosos, inimigos políticos, reservada para actos de assassínio, espionagem, traição, crimes sexuais, assuntos militares, apostasia (renúncia à religião oficial), tráfico de pessoas, animais, corrupção, tudo depende dos países e do enquadramentos social/cultural e legal de cada um. 

Como curiosidade, fica a lista de alguns tipos de execuções, sendo que esta enunciação varia cronologicamente e geograficamente: asfixia, fogueira, crucificação, esmagamento, decapitação (a espada ou machado), desmembramento, afogamento, electrocussão, flebotomia (sangramento), fuzilamento, guilhotina, câmara de gás, forca, empalamento, injecção letal, lapidação (apedrejamento), estrangulamento, inanição (morte por fome), precipitação (queda de precipício), tapocrifação (enterro vivo), entre outros. 

Em tom de desabafo, sempre que abordo este tema, lembro-me de uma exposição que vi sobre objectos de tortura usados pela Santa Inquisição (exímia perita da execução da morte) e de como esta "mostra" me marcou para sempre. Para os interessados deixo um vídeo ilustrativo:



Portugal foi um dos países pioneiros a abolir a pena capital. A abolição da pena de morte ficou registada na Constituição Portuguesa em 1867 (a primeira constituição do mundo a ter esta alteração). Como mencionei no inicio, a questão da pena de morte é controversa, delicada, mas concordando ou não, a pena capital foi e é usada para matar quem merece e quem não merece. Foi e é usada por governos, religião, forças militares, etc.

fonte: Wikipédia

Esta questão polémica não poderia deixar de passar despercebida aos olhos atentos dos realizadores de cinema, sobretudo os americanos (nos EUA a pena de morte é oficialmente permitida em 36 dos 50 estados). São vários os exemplos de filmes que abordam (directa ou indirectamente) esta questão. Fica a referência a alguns. Aconselho a vê-los e depois... reflectir.



In Cold Blood (1967)


True Crime (1999) 


Monster's Ball (2001) 

Monster (2003)




E assim são... Os Dias do Cinema


6 comentários até agora:.

  1. Hugo says:

    Assisti alguns dos filmes da sua lista e realmente eles levam a pensar sobre a pena de morte.

    É uma tema polêmico que pode gerar um discussão eterna, mas infelizmente aqui no Brasil acontecem crimes absurdos que somente a pena de morte ou a prisão perpétua seriam punições a altura.

    Abraço

  2. Sofia says:

    "discussão eterna" é isso mesmo Hugo. Obrigado

  3. CINE31 says:

    Pena de morte não é justiça, apenas vingança institucionalizada. O meu principal argumento contra a aplicação dessa pena é que não é possível ter 100% de certeza de que o réu é culpado (exceptuando casos raríssimos) e consequentemente a série de inocentes executados injustamente ( e só falo de países como os EUA, com dezenas de casos conhecidos de erros grosseiros ao longo de décadas, muitos só descobertos postumamente).

  4. Por falar pena de morte no outro dia vi o "Um Cidadão Exemplar" tem um ponto de partida interessante, mas a forma que essa premissa foi desenvolvida fez com que o argumento se tornasse algo desinteressante e cansativo. "Law Abiding Citizen" é um filme bom, mas é apenas isso.
    3*
    Cumprimentos, Frederico.

  5. CINE31 says:

    Olá Frederico, do "Law Abiding Citizen" só me recordo do trailer e que não me puxou interesse :D Infelizmente acontece como dizes, existe muitas vezes "um ponto de partida interessante, mas a forma que essa premissa foi desenvolvida..." dá cabo do filme....

  6. Foi isso mesmo que aconteceu, bastava quase ter sido uma curta-metragem. Contudo, no fundo é bom.

Deixe o seu comentário:

Partilhe os seus comentários connosco!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...