Find us on Google+

Widgets

Escolho este poster pois parece ser uma sequela do Battlefield Earth
 Há aqueles filmes que não valem uma carica. Bem, há caricas que acabam por ganhar valor com o tempo mas este texto não vai ser inteligente o suficiente para pensarmos em alegorias pois francamente a minha especialidade é divagar e não argumentar. Mas mesmo dentro dos filmes ignorados ou troçados pela crítica, há aquelas preciosas pérolas no meio (ou dentro) do estrume. Casos como o melhor filme de toda a sétima arte, o The Wicker Man, em que seria considerado como um dos mais infames desastres de hollywood não fosse a interpretação de Nicholas Cage. Nic Cage, sozinho,  fez de The Wicker Man um filme a ser estudado nas melhores escolas de cinema e às vezes também na Lusófona quando deixam o Gonçalo levar o DVD. Por isso, embora eu não esperasse absolutamente nada deste filme... epa... tem o Will Smith! Vá lá, o Will Smith! É sempre divertido vê-lo! Além disso é uma antestreia por isso não importa se não gostaste, não pagaste nada!

 De facto, não paguei. Mas deviam-me ter pago. E pedido desculpa pelo sacrifício que tive de fazer de forma a garantir que mais ninguém se sentaria no meu lugar e ver o que eu vi.

 Está bem não foi assim tão mau. Mas vamos a isto então:


 O filme começa com o Jaden Smith aparentemente a falecer. Até aqui parece ser promissor. Mas não há tempo para admirar o guião pois mal o filme inicia aparece logo um flashback, o primeiro de muitos, adiciono. É ainda pior que o inicio do Iron Man, têm que começar logo com acção e exposição rápida para ver se prendem a atenção da audiência. Excepto que um filme tem o Robert Downey Jr. e o outro tem um miúdo com cara constante de quem está a defecar.


"Como raio vou eu chegar às folhas daquela árvore para me limpar... PAI!!!"

 Não tenho problemas com o Jaden Smith, aliás até gosto dele no remake do Karate Kid. Mas neste filme está sempre, sempre, sempre com a mesma cara. Will Smith é um pai militar rigoroso e, como militar que é, determinado. Jaden é o filho do militar que quer ser como o pai mas é um medricas como eu. Isto tem um grande potencial para ser contado por uma história sobre a forte relação familiar onde um pai e filho através da sobrevivência tentam cheg... ou então pomos a mesma expressão básica neles o filme todo para sabermos quem é o quê.







 Fascinante. E o Jaden entrou tanto no papel que não conseguiu sair dele.




 Slideshow à parte, quando o Will finalmente começa a falar é o que esperávamos e uma vez mais o filme ganha potencial. Bem, nota-se alguma coisa de errado nele mas continua a ser o homem que competiu com o Tommy Lee Jones cara a cara. Há até uma cena de jantar de família que continua a ser interessante e é onde ouvimos a frase "DENIED! SIT DOWN!". Completamente over-the-top mas será assim que eu irei educar os meus filhos independentemente do que mereçam ou me peçam. Infelizmente é exactamente a partir de aqui que, para mim, o filme vai à deriva. 

 Will Smith perde todo o carisma que alguma vez vimos nele e revela uma actuação extraordinariamente aborrecida. Estive mesmo, mesmo, mesmo para dormir pela primeira vez num cinema. Não ajudou eu já ter ido cansado por ter passado o dia todo a fazer blogs de trampa para a empresa mas certamente que After Earth foi um valente prego no caixão. É assim que o filme funciona até ao final, com um ritmo abismal. Ora é composto por acção que agora já nem quer dizer nada para mim, ora é a transmissão das missas de domingo num dos 4 canais. Às vezes safa-se. O discurso sobre o medo é bom mas neste momento eu já sei como é que o filme vai decorrer pelo que também não significa nada. O mais interessante que o filme tem é a águia-ou-falcão gigante que por coincidência é também o melhor actor do filme. E é CGI. Eu sei que também não estou a ser muito justo, haviam algumas árvores bastante convincentes.

 Visualmente, Sintra é linda.

 O áudio (agora também vou criticar o áudio, vejam bem a minha atitude) tem momentos que são nitidamente falsos mas por alguma razão achei completamente viciante o som daqueles ovos moles que o Jaden consome para respirar na Terra (longa história. Mais ou menos). A ver se arranjo o som para ser o meu toque de SMS.

 Achei, no entanto, absolutamente interessante a ideia do "medo". O medo aqui chama as Ursas, que o sentem devido às feromonas que libertamos.


FOGE JADEN!
O filme acaba com um momento cómico e com as senhoras das limpezas a distribuir chapadas para ver se acordamos que elas querem varrer as pipocas que os imbecis dos adolescentes espalham no chão por serem obrigados a enviarem mensagens a dizer " ok  ;) ". 



 Agora que cheguei aos últimos parágrafos é a parte em que me contradizo todo. Para mim, é um filme absolutamente passável e esquecível. Mas não é que seja mau, vá. Só não fez nada para me cativar. Estou certo que há quem tenha gostado do filme ou mesmo adorado e muito provavelmente vai-me insultar nos comentários por eu não partilhar da mesma visão artística e achar-me um realizador perfeito capaz de criar obras melhores mas é esse o preço da internet. E ver anúncios intrusivos, não nos esqueçamos disso.



 After Earth é insonso e aborrecido. Mas é o mais próximo que teremos de ver o Will Smith num cenário Star Trek por isso dou-lhe 9.2/10

Categorias: , ,

3 comentários até agora:.

  1. Óh fuka-se...
    Então?
    Dizes que o filme é bom para dormir e dás 9.2 em 10?
    :P
    É que eu estava para ir ver o filme!
    :\

  2. Pode ser que gostes Nuno. Há filmes que o pessoal detesta e eu adoro =)
    Mas se tenho de aconselhar, não gastes dinheiro no cinema com ele pois deve haver propostas mais engraçadas. Vê-o "de outra forma" e quem sabe pode ser que discordes de mim =)
    O filme levaria um 5.96 mas como tem o Will Smith a comandar uma nave no espaço merece um 9.2

Deixe o seu comentário:

Partilhe os seus comentários connosco!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...