Find us on Google+

Widgets



Decidi destacar este interessante texto sobre os meta-filmes, os filmes sobre filmes, da autoria de Adam Quigley e publicado no site SlashFilm. É uma reflexão sobre estes filmes que, de um modo mais ou menos óbvio, parodiam ou homenageiam outros filmes. Como exemplos recentes o autor indica Os Mercenários, Scott Pilgrim, Piranha 3D, Kick Ass, Vampires Suck; alguns mais antigos como Scream, Indiana Jones (homenagem  serials dos 30 e 40). E acrescento os Scary Movie, os filmes dos ZAZ, etc. O autor fala das causas destes filmes auto-conscientes, e quais vão ser as consequências da sua proliferação, de como vão evoluir e fazer evoluir o cinema no futuro. 

Aconselho a leitura do texto, completo, em inglês, aqui: The Rise of Self-Awareness in Cinema: Is Film Doomed to Become a Mockery of Itself?

Alguns excertos:

"We’ve reached a point where the film medium is being used less and less to communicate stories and ideas about the outside world than it is to relate stories and ideas back to the medium itself."

"This sort of meta filmmaking will reach an apex next year, when J.J. Abrams and Steven Spielberg collaborate on the film Super 8, which is intended to be an homage/tribute to Spielberg’s 70’s/80’s Amblin films, like Close Encounters of the Third Kind and E.T. I say again: Steven Spielberg is actively working on a tribute to himself."

"So what happens when there are no more genres left? What happens when one of the last remaining untapped markets is board game movies, and just about all viable options for originality have been expended?"

"If films can be taken as a reflection of the culture we live in, today’s films reflect a culture that’s been utterly consumed by the media that surrounds us."

Categorias: , , , ,

5 comentários até agora:.

  1. Quando vi o "Vampires Suck" como pano de fundo do artigo, temi o pior. Gostei da exposição do crítico e até concordo com a sua opinião.

    Contudo, a boa maioria destes meta-filmes não tem qualquer razão de existência e assusta-me que Hollywood perca tempo a investir nestas coisas em vez de pôr dinheiro em filmes que realmente importam. Por exemplo, que contributo é que este "Vampires Suck" dá para a comunidade cinéfila? Nada. Mas está a conseguir receitas enormes a custo de ser uma paródia de uma saga algo odiada (Twilight). E "Scott Pilgrim", um filme com boas críticas, tem sido algo massacrado porque a sua demográfica-alvo ou vai ao filme paródia dos vampiros ou vai ver o filme original dos vampiros. Enfim.

    Abraço,

    Jorge Rodrigues
    http://dialpforpopcorn.blogspot.com

  2. CINE31 says:

    Jorge: concordo totalmente!

  3. Por falar no Scary Movie.

    "Scary Movie - Um Susto de Filme": Eu gostei bastante, recomendo vivamente que o vejam pois é muito divertido. 4*

  4. CINE31 says:

    Frederico, eu adoro o primeiro Scary Movie, já vi tantas vezes que por vezes até confundo as cenas com as cenas a ser parodiadas :D
    As sequelas são terríveis... salvam-se algumas cenas soltas

  5. Eu também o vi algumas vezes, mas só agora é que o analisei. Eu por acaso gosto muito das sequelas, cada um à sua maneira. O quinto vejo mais como um género de spin-off ou reboot, mas no mesmo estilo.

Deixe o seu comentário:

Partilhe os seus comentários connosco!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...